Aos Treze, Se Beber, Não Case e Garotas Sem Rumo. Veja os papéis que Lindsay Lohan já rejeitou no cinema!

Lindsay sempre foi muito exigente para seus papéis, principalmente no início de sua carreira. Lohan perdeu grandes papéis em filmes que se tornaram fenômenos no cinema, principalmente com a popularização da rede social “Tumblr” que virou um grande universo adolescente, como é o caso de “Aos Treze”. Leia a lista feita pela equipe do LLB:

A Casa de Vidro – 2001

Resultado de imagem para THE GLASS HOUSE RUBYA Casa de Vidro foi um estouro de bilheteria do gênero suspense em 2001. A história conta sobre uma menina que vê sua vida mudada após perder seus pais e ter que ir morar com os vizinhos, os assassinos de sua família. O papel ficou com a mocinha Leelee Sobieski, de 17 anos (que representou Ruby Baker, que na verdade tinha 16). Lindsay foi convidada para atuar antes de Sobieski, em dezembro de 2000, o único problema é que Dina Lohan, mãe de LiLo achou que o filme não era muito apropriado para sua filha, devido a ter algumas cenas que Ruby (a personagem principal) teria que fumar, trocar de roupa e usar trajes íntimos.

Aos Treze – 2003

Imagem relacionadaLindsay foi convidada pela própria Working Title Films, produtora de “Aos Treze” para fazer o papel da rebelde “Tracy” ainda quando haviam se iniciado os testes para o longa, em 2002. Aparentemente, LiLo chegou a fazer uma cena para o filme, mas decidiu que não seria bom para sua carreira gravar um filme sobre uma adolescente de 13 anos que se envolvia com drogas e sexo. Segundo a produção a história foi outra, ela teria recusado a gravar por considerar “Aos Treze” um filme de baixo orçamento e sem relevância). O filme por fim foi um sucesso de bilheteria e foi exibido em vários festivais no Brasil.

Dormindo fora de Casa – 2004

Resultado de imagem para Sleepover movie

“Dormindo Fora de Casa” foi um filme de comédia que bombou em 2004 com Sara Paxton, no mesmo estilo “Meninas Malvadas”. Lindsay foi convidada para fazer o papel de Sara no filme, como “Stacie”no final de 2003. O problema é que LiLo considerou que “Meninas Malvadas” fosse fazer mais sucesso, e então desistiu do papel para atuar como “Cady” no filme. Pelo menos um acerto em Lindsay?

Garotas Sem Rumo – 2005

Resultado de imagem para havoc movie

Em 2005, a vida de Lindsay estava começando a dar sinais que não estava indo muito bem. Alguns tablóides já diziam que LiLo abusava de analgésicos e álcool, fumava muito (um ano antes, em 2004, ela foi vista pela primeira vez fumando, num shopping com o namorado Wilmer Valderrama, porém Lohan já disse em entrevista que começou a fumar aos 15 anos) e andava com más influências. A New Line Cinema a convidou para um teste em que ela contracenou a cena em que Anne Hathaway (Alison) tenta fumar crack com sua melhor amiga (Emily), mas como da primeira vez, Lindsay recusou o papel por considerar o filme ruim para sua carreira. O filme não foi um sucesso de bilheteria, mas foi muito importante para Hathaway firmar sua carreira. O papel de Lohan no final ficou com Bijou Phillips, que interpretou a melhor amiga de Alison.

Se Beber, Não Case – 2009

Resultado de imagem para se beber nao caseGrande sucesso de comédia, “Se Beber, Não Case” estreou com um boom em 2009, arrecadando alguns milhões no cinema. O que poucos sabem é que Lindsay recusou o papel da stripper “Jade”, que ficou com Heather Graham.

Uma Patricinha de Outro Mundo – 2011

Em 2011, Lindsay não era mais uma adolescente, mas ainda estava sendo convidada para filmes do gênero, como “Uma Patricinha de Outro Mundo”, dramédia de 2011 do canal ABC Família. LiLo foi convidada para viver Amber Pollock, abelha rainha do colégio Eugene High School, uma garota egoísta e malvada que acaba morrendo e acaba tendo que voltar para a terra para ajudar uma “nerd”. Lohan recusou o papel dizendo “não ser um filme no qual ela se interessaria em ver”, no final, quem interpretou a vilã foi Cassie Scerbo.

 

E ai lilovers? Qual papel você acha que Lindsay não poderia ter recusado? Queremos ouvir sua opinião!

Equipe Lindsay Lohan Brasil